segunda-feira, dezembro 28, 2009

Saldos

Começaram os saldos.
Esta época é como uma estação do ano para mim.
Consegue "oferecer-me" (se fosse mesmo oferecer era uma maravilha) algumas das coisas que noutras alturas do ano não me é possível comprar.
Aliás, eu pessoalmente até me iludo quando digo para mim mesma « Hmmm, é tão bonito mas é tão caro...vou deixar para os saldos » e depois, quando aquela peça que não comprei na altura está em saldos no meu número e na minha cor ui ui, é uma felicidade como não há tantas.
Os saldos sabem-me bem, e fazem-me bem. É das únicas coisas que não me importo minimamente de fazer sozinha.
Hoje comprei umas luvas e uma camisola cor-de-rosa ( ok, eu até nem precisava destas coisas mas dizia preço final, eu não podia arriscar).

Estas palavras podiam (vir a) ser minhas:
I don't trust too much
I don't love enough
But I'm giving up
All this giving up
I won't do that to me
Won't do that to me
( and you won't do that to me)

(Chamem-me consumista e vejam se me importo. «Because you're different and you are strange, in your own way you're just the same»)

4 comentários:

  1. O quê? No Porto já começaram os saldos?
    Por cá, acho que ainda não. Às vezes, ando na rua tão enleada com os meus pensamentos, que sou como os burros, coloco as palas e só vejo em frente :)))

    Bejocas e boas compras.

    ResponderEliminar
  2. Já pensou nos desejos para 2010? Já sim, Rita!

    SAÚDE! SAÚDE! SAÚDE!

    ResponderEliminar
  3. trust trust :D que fazes bem pah :)
    ne nada strange :p


    p.s- as tuas mensagens vazias sao muito explicativas LOLOLOL


    <3
    mein ritinha (mesmo que nao seja assim que se escreva) :D


    tururururu <3

    ResponderEliminar
  4. eu ainda não fui aos saldos, mas vou hoje. já havia coisas mais em conta? :D

    ResponderEliminar