quinta-feira, junho 30, 2011

quarta-feira, junho 29, 2011

Another one to watch and cry:
Twenty years
Two people
One day


« I love you...
I just don't like you anymore
»

domingo, junho 26, 2011

Este calor traz:

coisinhas boas.
E melhor que Häagen Dazs é muito difícil.
Não, não...
Não me deixe só
Eu tenho medo do escuro
Eu tenho medo do inseguro
Dos fantasmas da minha voz

Não me deixe só
Tenho desejos maiores
Eu quero beijos intermináveis
Até que os olhos mudem de cor
...
Quero gesto sincero de amor.
Não me deixe só



Não, não me deixes só.

sábado, junho 25, 2011

sexta-feira, junho 24, 2011

Oh meu rico São João



 "Foi dia de São João
Mas não comemos sardinha assada
Dia de largar o balão
E de arranjar namorada"

quinta-feira, junho 23, 2011

F-O-L-I-A com os Santos Populares:

Martelinhos, Alho Porro, Manjericos,
Bailes, Fogo de artifício
=
Noite de São João
A noite mais longa do ano para os portuenses.


E caldo verde,
e Bifanas,
e entrecosto,
e doces, muitos doces.

terça-feira, junho 21, 2011

Era bom era:

Mas não vai ser. Amanhã é o último exame, mas da fase.
A 2da fase começa em Julho e eu , de certezinha, que um exame pelo menos repito.
É assim: sofrer até à última é o que a casa gasta.
E amanhã um belo de um exame às 8horas e meia da manhã só para começar bem o dia!

domingo, junho 19, 2011

 Breaking Dawn- Part 1

«I’ve been waiting a century to marry you,
Miss Swan.»
On November 18
Desabafo das 00:00 horas:

Haja paciência. Haja muita.
E nem é para os estudos.
É para o que se lê pela internet.
É para quem fala quando
fazia melhor figura calado.

quinta-feira, junho 16, 2011

quarta-feira, junho 15, 2011

O que o correio trouxe:

Hoje o correio vinha recheado com uma encomenda directamente de Lisboa.
O que vocês não sabem é que a querida Lady C, na sua última visita aos EUA, lembrou-se de mim.
Lembrou-se mais exactamente da minha paixão pelas bolinhas de água e então...resolveu trazer-me duas. Uma de Nova Iorque e outra de Boston, que foram as cidades que ela visitou.
Se na altura quando soube fiquei super contente e admirada com o gesto dela, hoje quando recebi a encomenda até pulei de alegria.
Com isto, lembrei-me que não vos mostrei nem a bolinha da Suíça, nem a de Amesterdão, por isso, cá vão:




Obrigada mais uma vez,
Lady C!

terça-feira, junho 14, 2011

E-S-T-U-D-A-R em Letras:
Ler
Sublinhar
Post it
Ler
Sublinhar
Post it
Ler
Sublinhar
Post it

Até 5ªfeira para Teatro.
Depois Literatura Inglesa do século XIX/XX
e Estudos Irlandes.
Mas vá, uma coisa de cada vez.

segunda-feira, junho 13, 2011

Foi bom enquanto durou:

Nos últimos cinco anos o prédio em frente ao meu ficou vazio, só o rés-do-chão é que ficou como loja.
Ora isto foi uma maravilha. Mudei as cortinas. Pus umas transparentes que dão uma luminosidade incrível ao quarto. Ando em casa à vontadinha, saio do banho e se for preciso ando de roupa interior de um lado para o outro (especialmente no Verão), posso sair de casa e deixar o quarto em pantanas, posso vir de viagem e deixar as malas por desfazer, ou mal desfeitas durante dias; a minha liberdade era inimaginável.
Entretanto o prédio fez obras. Tudo bem, os trolhas só trabalhavam de manhã e eu, ou passava a manhã a dormir ou saía cedo.
Chego eu ontem a casa, depois de praticamente 15 dias fora, tenho o quarto num cenário de guerra.
Roupa por todo o lado, pó, roupa para lavar com roupa que tinha vindo de lavar, livros, folhas, tudo espalhado e desorganizado. A arrumação era iminente mas tinha o seu tempo...ou não. Diz-me a minha mãe que no dia seguinte (hoje) tínhamos vizinhos novos, que andaram a mobilar o andar, para ter cuidado, com "as minhas liberdades".
Tudo arrumado, e não pensem que o problema está em arrumar, porque eu tenho por hábito tudo arrumado, e se não tivesse não eram os meus vizinhos que tinham alguma coisa com isso. O senhor problema está nos meus hábitos. O andar de roupa interior, o vir do banho e vir para o pc de toalha...vai ter de mudar tudo. É que as três janelas do prédio da frente, do último andar estão TODAS viradas para a janela do meu quarto.
Ah, e tenho de mudar as cortinas. Comprar uma opaca, ou pelo menos mais escurinha, não vá o diabo tecê-las.
Quase de directa e:

  • Trabalho para entregar 5ª feira de mais de 20 folhas em word por fazer;
  • Exame 3ª feira;
  • Outro exame 5ªfeira;
  • Amanhã de tarde aula de apoio;
e a cabeça sem lugar,
e o coração vazio.

sexta-feira, junho 10, 2011

quinta-feira, junho 09, 2011

Um bocadinho do que se fotografou:

 Do que ficou por fazer faz-se para a próxima.
Afinal, o vento acaba por nos levar sempre a uma próxima.

Do que se percorreu:
Régua,
Lamego,
Avões,
Viseu,
Tarouca,
Vila Real.

quinta-feira, junho 02, 2011

Tudo tem um fim:

Hoje foi o fim das aulas. Agora à noite é a festa de fim de ano da faculdade.
Amanhã é pegar nas malinhas, meter-me no comboio e trocar os ares metropolitanos da cidade pelos ares dos campos e das serras.
Volto para a semana, quarta ou quinta-feira para o primeiro exame.

quarta-feira, junho 01, 2011

Primeiro: Nem devia ser legal!

Ter as tais duas frequências amanhã.
Aliás, as minhas duas únicas aulas de quinta-feira vão ser passadas em ambiente de exame.
E amanhã é, sem mais nem menos, o meu último dia de aulas da licenciatura (se tudo correr bem nos exames); e que bem que ele vai ser passado!
Sexta-feira ainda tinha uma aula mas os planos são outros, e não passam pela aula de Teatro Português.

Acontece que a Rita não vai amanhã.
  Frase:
Acontece
SN (-) categoria vazia;

que a Rita não vai amanhã - (completiva)
SV
V'
V - F' - Comp. - F
SN - SV - Sadv
Art. / N - V' - V

- tentativa de esquematização de uma árvore de uma oração completiva simples (acreditem que no pc tem pouca graça, isto com papel e caneta é muito mais giro de se ver)