terça-feira, março 23, 2010

Canção de madrugar

Quando ando pelas ruas da saudade...

Então
nem choros, nem medos,
nem uivos, nem gritos,
nem pedras, nem facas,
nem fomes, nem secas,
nem feras, nem ferros,
nem farpas, nem farsas,
nem forcas, nem gardos,
nem dardos, nem terras,
nem MAL.

1 comentário:

  1. Tu a dizeres - ouve a musica k é gira! ja ouvi aqui :)

    ResponderEliminar