terça-feira, janeiro 05, 2010

És conhecida como o tremoço

Hoje tinha mesmo de ir à faculdade.
Expirava o prazo de um livro que requisitei e precisa de o ir renovar.
É incrível como até em férias a faculdade está atulhada de pessoas, de pessoas conhecidas, de colegas, de caras de cu.
Eu hoje tinha pressa, não me queria demorar, faculdade em férias causa-me alergias (e essas já tenho "graças" a certos seres) mas para onde quer que me virasse alguém me acenava, alguém me sorria, alguém vinha ter comigo. Isto para quem tem pressa torna-se muito cansativo, acreditem, mas o pior não foi ter de cumprimentar imensas pessoas e falar da mesma coisa com todas elas, o pior foi estar na fila para o balcão da biblioteca e de repente olhar pelo canto do olho e ver o padrinho do outro a olhar para mim de cima a baixo.
ODEIO estas coisas. Parece que olham para mim a pensar "Eh lá, esta não está caída num canto por causa do outro?", ou então pior...
Não é trauma nem perseguição da minha parte, infelizmente.
É verídico. Há pessoas que não são sequer minhas amigas, que nunca falam comigo, mas que para saber da minha vida com o outro, ou melhor, do que "restou" da minha vida sem o outro, vêm falar comigo como se fossem pessoas muito chegadas, e quando me vêem, claro, olham para mim como abutres à espera de um sinal de definhamento para atacarem.
Imaginem como não será o abutre se ele for amigo do outro.

O outro costumava dizer-me: "És conhecida como o tremoço".
Agora sim acredito.

6 comentários:

  1. ANÓNIMOS IDENTIFIQUEM-SE SE FAZ FAVOR :)

    ResponderEliminar
  2. As pessoas são tão previsíveis que até irritam -.-

    ResponderEliminar
  3. Minha querida... quanto mais falares dele, mais ele ganha. Não o faças protagonista da tua vida, es muito mais que isso. * Conselho de avozinha querida.

    ResponderEliminar
  4. Eu não sou anónima e digo-te:
    Se não começares agora a estar-te nas tintas para esse tipo de coisas, estás feita p'ró resto da vida.
    Tens os/as tuas amigos/as, não tens? Q.B.! Tens a tua família, não tens? Q.B.!
    O resto não interessa e quanto menos conversa melhor, e mais, se achares que deves ser, digamos, fria com algum abutre, seja qual for o sexo ou a idade, vai em frente e não te arrependas, mas..., sempre educadamente, diplomaticamente e com uma óptima argumentação!!!

    Pronto, já disse!

    Fátima.

    Só mais uma coisinha: estou fartinha de ler "sobre" o "outro" :)))

    ResponderEliminar
  5. adoro estes comnts :D dizem tudo o que eu ia escrever lol <3

    ResponderEliminar